Vem aí

Prévia: Far Cry 3 (X360)

Mal começamos a jogar o terceiro episódio da franquia Assassin's Creed e a Ubisoft nos presenteia com mais um título de peso e, coin... (por Filipe Salles em 22/11/2012, via Xbox Blast)

Mal começamos a jogar o terceiro episódio da franquia Assassin's Creed e a Ubisoft nos presenteia com mais um título de peso e, coincidência ou não, é o terceiro jogo de outra de suas séries famosas. Desta vez a produtora nos apresenta a segunda sequência da série de FPS (first person shooter, ou tiro em primeira pessoa) Far Cry. O terceiro jogo da série tem como cenário uma ilha paradisíaca no mesmo estilo do cenário de seu primeiro jogo, mas, diferentemente deste, arremessa ao jogador em um ambiente insano, onde apenas o mais louco sobrevive. Confira aqui no Xbox Blast as novidades deste novo jogo de tiro, que está com lançamento norte americano previsto para o dia 04 de dezembro.


Paraíso ou inferno?


Imagine você aí, cansado, louco para tirar umas tão sonhadas férias, e surge uma oportunidade de, junto com seus amigos, embarcar numa viagem para uma ilha paradisíaca, longe desse mundo louco que não para por um segundo e, ao chegar lá, deparar-se com um conflito armado entre grupos de milícia e nativos locais e, como se fosse do nada, você e seus conhecidos são capturados por um desses grupos. Além disso, o líder deste grupo é o ser humano mais insano e sádico que você viu na sua vida e tenta te matar a qualquer custo.



Esta é a história de Jason Brody, protagonista deste Far Cry, que deve salvar sua pele e também resgatar seus amigos da morte certa. Bem-vindo ao paraíso mais infernal de sua vida - ou seria o inferno mais paradisíaco?

Isso aí deve dar uns dez metros de maluquice


Um dos grandes atrativos de Far Cry 3 e que, pode o diferenciar dos demais jogos do gênero, é a psique dos personagens que constituem a história do jogo, principalmente a do antagonista Vaas Montenegro, líder do grupo de milícia que tenta tomar o controle da ilha. O maior exemplo da completa falta de sanidade mental pode ser visto no vídeo abaixo - em inglês e com linguagem imprópria - , no qual podemos ver o vilão parafraseando a denominada "definição de insanidade", original de Albert Einstein, ao protagonista, quando tenta matá-lo pela segunda vez durante o jogo.


Além do nosso "simpático" vilão que figura na capa do jogo, todos os personagens da ilha, até mesmo aliados, possuem também o seu nível de loucura. Apenas o protagonista Jason é um cara normal, mas será o herói capaz de manter sua sanidade em um ambiente hostil? Ou será que o próprio protagonista deixará de ser uma vítima do acaso e se tornar uma máquina de matar totalmente sem apreço pela vida humana? Um dos principais objetivos de Far Cry 3 é fazer com que o jogador pergunte a si mesmo até qual extremo vai o que conhecemos por "sanidade".

Caixinha de areia

Não, não aquela que o seu adorável gatinho faz suas necessidades. O significado deste título é para informar que Far Cry 3 é um jogo em mundo aberto, parecido com o que vemos em jogos como Red Dead Redemption (X360 e PS3) e Borderlands 2 (X360 e PS3). Um mundo livre que possui sua própria agenda e não gira em torno do umbigo do protagonista, mas que pode ser alterado devido às ações do mesmo.

Apesar de existir um roteiro linear de missões, o jogo em si recompensa o jogador, que leva boa parte do seu tempo explorando tudo que a ilha tem a oferecer, e acredite, não serão apenas pequenas caixas brilhantes escondidas em cantos inóspitos que serão encontradas durante a exploração, mas também a possibilidade de interação com a fauna local, por exemplo. Far Cry 3 também oferece diversas formas de completar estas missões e se livrar de seus inimigos. Se o estilo Rambo é o mais adequado para você, fique à vontade para descer o dedo na bandidagem; porém, se o seu estilo é mais Solid Snake, também é possível ser sorrateiro e despachar silenciosamente seus inimigos um a um.


Amigo de fé, meu irmão camarada

No mesmo território no qual a história de Far Cry 3 se desenrola, existe uma ilhota que está sempre em conflito, e é nela mesmo que acontece o multiplayer do jogo.

A principal novidade, em relação ao multiplayer de diversos outros jogos de tiro, é a implementação de um sistema focado no trabalho em equipe, dando diversos bônus aos times que melhor cooperam entre si. Algumas das particularidades inseridas nos jogo é a possibilidade de qualquer jogador poder ressuscitar um companheiro e também algumas habilidades, como o Battlecry, que melhoram consideravelmente os atributos de seus companheiros.

Entre os modos multiplayer, além do modo Domination, que segue a fórmula básica do "conquiste três pontos do mapa e zere a pontuação dos adversários", modo este bastante consagrado na série Battlefield, Far Cry 3 traz dois modos que prometem diversificar a experiência do jogo com múltiplos jogadores: Firestorm e Transmission que serão definidos logo abaixo.

O modo Firestorm - tempestade de fogo -, os jogadores tem como principal objetivo incendiar os pontos de suprimento do time adversário simultaneamente, e após isso capturar um transmissor de rádio para chamar um avião que iniciará um incêndio geral no mapa, alterando o mesmo, como por exemplo uma estrada que serve de atalho para chegar a um ponto do mapa com mais agilidade, e que pode ser bloqueada neste grande incêndio.

Burn Baby, Burn!
Já o modo Transmission - transmissão -, consiste em capturar transmissores de propaganda do time adversário e assim mantê-los desativados durante a partida. Confira logo abaixo o trailer do modo multiplayer de Far Cry 3 e conheça melhor os modos mencionados.


Por fim, a particularidade mais cômica das partidas multijogador com certeza é após o final, quando o maior pontuador do time vencedor captura quem foi o melhor do time perdedor e pode decidir o que fazer com ele, como pôde ser visto no trailer acima. E você, vai ser bonzinho e praticar o fair play e deixar seu inimigo sair ileso, ou vai lhe dar uma boa coça para aprender a não mexer mais com a sua galera?

Pura ambição

A conclusão que temos em relação ao lançamento de Far Cry 3 é que se trata de um projeto extremamente ambicioso e que não visa agradar apenas aos fãs de jogos do gênero tiro em primeira pessoa, mas também fãs de jogos com um roteiro profundo e imersivo em conjunto com excelentes gráficos e diferentes modos multijogador.

Far Cry 3 procura aprimorar a experiência de mundo aberto visto em seu antecessor e também traz de volta o cenário paradisíaco do primeiro. No primeiro jogo da série, pudemos nos defrontar também com diversas monstruosidades que parecem não ter vez em sua terceira edição, ou apenas demonstrar a monstruosidade interna do ser humano.

Por fim, queremos saber: qual sua expectativa acerca do jogo? Já reservou o seu na pré-venda? Está ansioso? Não aguenta mais jogos do gênero, por mais que este tente ser o mais diferente possível dos clichês? Compartilhem conosco!

Revisão: Vitor Tibério


Filipe Salles é formado em Administração de Empresas pela UNIGRANRIO, joga videogame desde os quatro anos. Nerd assumido, adora falar sobre cultura geek e videogames, o que o levaram à redação do Xbox Blast e da PlayerTwo. Está no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook