Franquia Call of Duty é acusada de motivar assassino do massacre de Newtown, nos Estados Unidos

O mundo ainda está chocado com o ocorrido na semana passada na cidade de Newtown, em Connecticut, EUA. Em resumo, o atirador, identificado c... (por Alexandre Galvão em 18/12/2012, via Xbox Blast)

O mundo ainda está chocado com o ocorrido na semana passada na cidade de Newtown, em Connecticut, EUA. Em resumo, o atirador, identificado como Adam Lanza (20), invadiu a escola Sandy Hook e assassinou 26 pessoas. Destas, 20 eram crianças entre 6 e 7 anos de idade. Em seguida, cometeu suicídio. Esta semana, jornais internacionais estão atribuindo como agente motivador de Lanza seu fanatismo pelos jogos da série Call of Duty. O assunto estampou a capa do jornal britânico The Sun com o título "A obsessão por Call of Duty do assassino". Leia mais no GameBlast.
Alexandre Galvão ou XelaoHerege (PSN) divide sua vida entre a graduação em Saneamento Ambiental pelo IFG, a organização da Liga N-Blast GO e aventuras no mundo gamer. Para ele, “é legal ser importante, mas o importante é ser legal”.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook