Killer Instinct do Xbox One é gratuito; os lutadores, não

Uma das surpresas desta E3 foi o anúncio de que, após 17 anos, o jogo de luta Killer Instinct estava de volta , dessa vez tendo o Xbox como ... (por Bruno Grisci em 11/06/2013, via Xbox Blast)

Uma das surpresas desta E3 foi o anúncio de que, após 17 anos, o jogo de luta Killer Instinct estava de volta, dessa vez tendo o Xbox como lar. O que ainda restava dizer é que o game será free-to-play: todos os donos de Xbox One poderão baixá-lo de graça e lutar com Jago. E apenas o Jago. Todos os outros lutadores precisarão ser comprados separadamente. Como explicou ao site Eurogamer, Torin Rettig, desenvolvedor do título para a Microsoft Studios, a estratégia de distribuição deve-se ao fato da maioria dos jogadores de games de luta focarem-se em apenas alguns personagens.

É realmente impressionante ter uma seleção de 50 personagens, mas quantos desses eu irei realmente usar para jogar? E eu tenho que comprar um jogo de 60 dólares para jogar com esses dois personagens que eu quero usar. Jogos de luta são grandes e caros e eles podem ser complicados. É bem difícil se especializar em vários personagens. Você geralmente orbita um ou dois ou três ou quatro no máximo. Nós queremos que os jogadores estejam preparados para experimentar o jogo desse jeito. Apenas compre os personagens que você quer ou compre todos eles e nós daremos um desconto nisso. - Torin Rettig, desenvolvedor da Microsoft Studios
O número de lutadores ainda não está definido, mas o plano é ir liberando-os de forma que os jogadores voltem e estejam sempre interessados. O preço dos personagens será "competitivo", segundo Rettig, e será possível comprar roupas extras para os lutadores também. A possibilidade de adquirir arenas, entre outros itens, está sendo pensada ainda.


Bruno Grisci é graduando em Ciência da Computação na UFRGS. Gosta de discutir qualquer assunto, incluindo videogames, tópico que o fascina desde sempre. Suas reflexões podem ser lidas no Blast desde 2011, onde é redator e diretor de pautas. Encontre-o no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook