Confira o que ocorreu no evento oficial de lançamento do Xbox One na Fnac de São Paulo!

O “caçula” da Microsoft   finalmente deu as caras, ele que já foi alvo de chacota, desavenças, mas finalmente conseguiu dar a volta por c... (por Gustavo Dourado em 22/11/2013, via Xbox Blast)

O “caçula” da Microsoft  finalmente deu as caras, ele que já foi alvo de chacota, desavenças, mas finalmente conseguiu dar a volta por cima! E com todo o “caos”, filas estonteantemente enormes e algumas correrias no lançamento do Xbox One, este que ocorre simultaneamente em treze países, sendo um deles o Brasil, a equipe do GameBlast conseguiu um lugarzinho mais “reservado” para fazer a cobertura e comemoração do anúncio do novo membro da família Xbox, sendo este a loja Fnac, em São Paulo, sendo esta uma ótima forma de promoção do console para o público brasileiro.

Adentrando as muralhas


O local possuía Uma amigável, tecnológica e conhecida entrada com acesso à loja no subsolo, o que fez com que o evento ficasse convidativo desde a porta. Com soldados romanos próximos à entrada, representando o exclusivo Ryse: Son of Rome, fazendo a “guarda” do local (e com escudos bem estilosos), um enorme logo junto de luzes pirotécnicas verdes faziam um show, mas quase não chamavam a atenção do lado de fora, ao menos não tanto quanto as pessoas lá presentes falando ao celular ou esperando alguém, o que praticamente “tapou” o local.

Ao entrar, demos de cara com os mesmos produtos que sempre estiveram lá, pois a Fnac ainda é uma loja. Tudo estava nos mesmos lugares, sem alteração alguma para o evento, mas ao tomar uma visão mais clara do local, pude ver que a movimentação dentro da loja era um pouco “incomum”, pois havia mais pessoas que o normal, poucas, mas havia, o que ainda não impediu a animação inicial, esta que praticamente desapareceu uma hora antes do lançamento. Ao menos a fila do caixa era visivelmente grande.

Adentrando pouco mais ao fundo, demos de cara com várias (MESMO) televisões enormes e um telão, nos quais estavam passando trailers de jogos, serviços, funcionalidades e do próprio console, além de uma grande e estranha fila. Ao me virar para a entrada por um momento, percebi dois personagens muito familiares. Um era Nick Ramos, do novo exclusivo do Xbox One, Dead Rising 3, e um zumbi do mesmo jogo. Confesso que me impressionei com a semelhança do cosplayer com o personagem.

Buscando o verde interior

Enquanto nos aventurávamos adentrando ainda mais no evento, algumas atrações foram ficando mais visíveis. Um balcão, onde poderia ser feita a compra do console, um estande com uma DJ, a qual possui um gosto musical magnífico para músicas eletrônicas, uma “galera” bem agitada dançando em frente ao local, um estande com alguns staffs do evento e uma TV (justo) e, finalmente, o rapaz, o bebê, o querido amigo, o Xbox One!

Entretanto, o console estava em um totem, que estava rodando os mesmos trailers das TVs que havia visto anteriormente, até que fomos informados que, devido a problemas técnicos, não haveria demonstração de jogos por lá (e éramos os primeiros da fila).


Ao pegar um pouco mais de informações descobrimos que haveria um sorteio às 00:00h (horário do lançamento do console), este que presentearia um sortudo com uma ida à festa privada do Xbox em um clube fechado. Pegamos uma cédula, fizemos os protocolos necessários e a depositamos, o que também nos deu direito de retirar um copo exclusivo e estilizado para o primeiro dia do console.

O coquetel se resumia a comes e bebes similares aos de uma festa, mas estava realmente muito bom, até porque quem não curte mini-pizzas? Confeites!? Com direito a até mesmo energéticos para os que preferissem. Havia um serviço de atendimento ótimo, no qual alguns “garçons” passavam com algumas bandejas servindo os lá presentes.

E por fim...

À meia noite, ao fundo da loja, uma curta declaração de Danilo Parise, Gerente de produtos Xbox, foi feita anunciando oficialmente o lançamento do Xbox One no Brasil, juntamente da realização do sorteio. O sortudo foi um de nossos ex-colegas, que dirigiu-se à festa Xbox acompanhado de um amigo, em um clube fechado.

Enquanto isso, a fila do caixa estava enorme, mas o primeiro console vendido foi retirado muito discretamente. Aqueles que compraram o console conseguiram alguns brindes bem especiais, tais como uma assinatura semestral da RoX (Revista Oficial Xbox), um kit com algumas revistas, um chaveiro e quatorze dias de Live gratuitas para degustação. Algum tempo depois (cerca de uma hora), a fila foi se esvaindo, a loja já estava parcialmente vazia, o console lançado e uma sensação de que estava “faltando algo” acabou pairando no ar.

Uma comemoração não muito animada

O que chamaram de “evento de lançamento” acabou sendo apenas um lançamento comum de um aparelho eletrônico. O único console que estava lá presente não funcionou como deveria, o que acabou limitando a loja apenas às músicas, que confesso, eram maravilhosas. Mas foi o suficiente para conseguir frustrar algumas pessoas (pessoalmente, eu também). A sensação de “Ué, cadê?” ficou pairando por quase todo o tempo, pois mesmo assumindo como um evento de lançamento oficial, nada estava diferente ou realmente atrativo, apenas o movimento, este que se encontrava um pouco maior que o normal. Ao menos o atendimento dos staffs, sem exceção alguma, foi realmente ótimo, juntamente do próprio Danilo, que não pôde nos ceder uma entrevista pelos imprevistos ocorridos com o console.

Não deixe de conferir mais notícias sobre o lançamento do Xbox One aqui no Xbox Blast, pois a nova era da marca Xbox está apenas começando!

Fotos e Colaboração: Guilherme Vargas
Revisão: Vitor Tibério
Capa: Douglas Fernandes
Gustavo Dourado é estudante do Ensino Médio e fissurado por tecnologia e games. Adora animações e quadrinhos japoneses, além de filmes de todas as partes do mundo. Ama RPGs, sejam eles de mesa ou digitais e desafia qualquer game que lhe desperta algum interesse.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook