Top 10

A geração terminou, mas ficam as lembranças! Relembre conosco os 10 melhores jogos lançados para o Xbox 360!

Depois de pouco mais de sete anos de muitas alegrias, o Xbox 360, responsável pela consolidação da gigante de Bill Gates na indústria de ... (por Gabriel Vlatkovic em 12/01/2014, via Xbox Blast)


Depois de pouco mais de sete anos de muitas alegrias, o Xbox 360, responsável pela consolidação da gigante de Bill Gates na indústria de videogames, está se despedindo. Apesar de ainda possuir alguns jogos de peso previstos, como Lightning Returns: Final Fantasy XIII, uma versão de Titanfall e mais alguns títulos que também serão lançados para o Xbox One, é inegável que a tendência é de que o console saia de cena cada vez mais para que o novo videogame da Microsoft tome os holofotes para si e receba mais atenção, tanto das desenvolvedoras quanto dos jogadores. Mesmo assim, é impossível esquecer o legado que o console está deixando, assim como a difícil missão de seu sucessor em superá-lo. Vamos relembrar agora dez dos melhores jogos já lançados para a plataforma!


10. Tales of Vesperia

Para quem não se lembra, o início da vida do console da Microsoft foi marcado pelos altos investimentos da empresa para trazer títulos mais voltados ao público oriental. Apesar dos bons frutos gerados nas parcerias estabelecidas, nada conseguiu convencer os japoneses a adquirirem o console da Microsoft ao invés dos da Sony e Nintendo. Quem acabou saindo ganhando foram os ocidentais fãs de RPGs, que acabaram recebendo pérolas como Tales of Vesperia, um dos melhores títulos de uma das mais aclamadas franquias de J-RPG da atualidade!

A aventura de Yuri era simples, divertida e envolvente
Em Vesperia, o jogador assumia o papel de Yuri Lowell, um rapaz de 21 anos que servira ao império por três meses, mas foi expulso por não possuir os requisitos para tal. O mundo de Vesperia  é calcado em um artefato conhecido como Blastia, que fornece desde energia até água a população. A aventura começa quando um núcleo do material é roubado da cidade do protagonista e ele decide recuperá-lo. É claro que o enredo possui uma série de reviravoltas e que o roubo é apenas um pretexto para algo muito maior. Vesperia é um verdadeiro representante do legado das desenvolvedoras japonesas e possui carisma de sobra.

9. Batman: Arkham City

Se Arkham Asylum fez com que a Rocksteady se tornasse uma desenvolvedora de respeito e provasse que nem todo jogo de super-herói é ruim, Arkham City elevou tudo a patamares antes inimagináveis! Melhorando tudo que já era muito bom no título anterior, a Rocksteady produziu um jogo de proporções épicas em que o cenário passa a ser toda a cidade de Gotham. Com um mundo aberto cheio de nuances e segredos, diversos vilões icônicos e um enredo para lá de envolvente, Arkham City é, até o momento, o melhor jogo de super-herois já criado.

Quem iria imaginar um jogo de Homem-Morcego com tanta qualidade?

8. Halo 3

Uma das mais importantes franquias da Microsoft fez sua estreia no Xbox 360 no já distante ano de 2008 com Halo 3, jogo que, apesar dos diversos títulos lançados nos anos subsequentes, ainda é o melhor da franquia no Xbox 360. O fechamento da trilogia original de Master Chief conta com muitos momentos emocionantes para os que acompanhavam a franquia, com um enredo épico e extremamente imersivo. Até hoje, o final do jogo e o destino de Master Chief após uma das mais frenéticas passagens já vistas em um jogo de videogame é lembrado com emoção pelos jogadores que testemunharam tamanha grandiosidade.

O fim da trilogia original trouxe momentos inesquecíveis
Como se não bastasse, Halo 3 ainda contava com um modo multiplayer muito robusto, que fazia jus ao legado da franquia e ainda expandia as possibilidades em relação a seus antecessores, que já eram referência no gênero. Para os brasileiros, Halo 3 ainda tem um gostinho especial, por ser um dos primeiros jogos totalmente localizados para a nossa língua, sonho que parecia distante até essa geração.

7. Gears of War

Primeiro grande marco da geração, Gears of War (2006) não foi apenas o primeiro jogo a mostrar do que o Xbox 360 era capaz, como também ditou uma tendência que foi seguida à risca durante todos esses anos. Com suas mecânicas extremamente precisas e um sistema de cobertura que realmente funcionava, o início da odisseia de Marcus Phoenix era um jogo impressionante. Os grandiosos cenários, inimigos e até mesmo protagonistas do jogo eram responsáveis por tornar o jogo épico e uma nova referência aos jogos de tiro em terceira pessoas.

Marco na geração, Gears of War inaugurou uma nova era nos games
Gears of War foi tão importante para sua época que até hoje os jogos do gênero são influenciados por suas inovações. Uma pérola atemporal que provou a todos que a Microsoft também era capaz de possuir franquias exclusivas de peso além de Halo.

6. Assassin’s Creed 2

A Ubisoft se destacou nesta geração pela enorme quantidade de títulos de qualidade, sobretudo de novas franquias, que apareceram nos consoles todos os anos. Apesar de um início um pouco conturbado, a franquia Assassin’s Creed deu a volta por cima com o segundo título da série. A primeira parte da jornada de Ezio em busca de vingança pela morte de sua família trouxe um universo gigante a ser explorado, personagens extremamente carismáticos, como Mario, o tio revolucionário de Ezio, e até Leonardo Da Vinci e suas invenções mirabolantes. Tudo isso somado a uma jogabilidade refinada, que em quase nada lembrava a do primeiro jogo da franquia, e uma jornada imensa e imersiva tornaram o título um dos melhores de 2009 e consolidaram a série como uma das mais importantes e bem-sucedidas da geração.

Assassin's Creed 2 consagrou a franquia da Ubi como uma das mais importantes da geração

5. Lost Odyssey

Em sua empreitada para agradar ao público nipônico, a Microsoft apostou tão alto que financiou dois RPGs desenvolvidos por ninguém menos que Hironobu Sakaguchi, criador da franquia Final Fantasy. O primeiro deles, Blue Dragon, não teve o sucesso esperado por seu enredo simples e personagens que se tornavam irritantes com o tempo, mas Lost Odyssey, sua segunda tentativa, não só obteve sucesso como cativou até mesmo jogadores que não eram muito fãs do gênero.

A épica aventura de Kain resultou em um dos melhores RPGs da geração!
No jogo, assumimos o controle de Kain, um cavaleiro imortal que perdeu sua memória. Durante sua jornada em busca do autoconhecimento, o rapaz se deparará com uma enorme guerra entre duas nações, que disputam a supremacia em plena era de uma revolução mágica-industrial. Durante sua jornada, Kain encontra companheiros mortais e imortais e emociona os jogadores com os diversos conflitos vividos por ele, mostrando toda a dor e sofrimento de ser uma pessoa imortal. Emocionante na medida certa, Lost Odyssey cativa pelo enredo e excelente jogabilidade, que apesar de tradicional, é executada com perfeição.

4. The Walking Dead: A Telltale Games Series

Poucos jogos causaram tanta agonia e desespero nos jogadores como The Walking Dead. O Adventure Point-and-Click da Telltale Games conta a história de Lee e Clementine, um criminoso e uma pequena garota separada de seus pais que juntos devem sobreviver a um apocalipse zumbi. The Walking Dead possui um enredo muito envolvente e adulto, e faz com que o jogador participe ativamente das decisões do protagonista e do grupo de sobreviventes que o acompanha.

Quem jogou se emociona apenas olhando esta imagem
Cada decisão tomada pelo jogador influencia os capítulos seguintes e uma reposta errada pode acabar causando a desgraça de muita gente. Com cenas chocantes e decisões difíceis, The Walking Dead popularizou novamente o gênero além de evoluí-lo levá-lo a um novo patamar. Uma aventura inesquecível que me faz invejar quem ainda terá a oportunidade de vivê-la pela primeira vez.

3. Grand Theft Auto V

Depois de anos de espera, a Rockstar nos presenteou em 2013 com Grand Theft Auto V. Com um polimento fora do comum e um mundo crível e gigantesco, o título abocanhou diversos prêmios de jogo do ano pela mídia especializada e é considerado por muitos um dos melhores jogos de todos os tempos.

GTA V é um dos mais bem-sucedidos de todos os tempos
As aventuras de Franklin, Michael e Trevor na imensa cidade de Los Santos são marcantes pela grande variedade de atividades, veículos e possibilidades, que tornam o jogo um dos mais grandiosos sandboxes já criados. Além disso, o inteligentíssimo e afiado texto, que referencia o estilo atual de vida dos norte-americanos, faz com que o jogo seja, além de muito divertido, uma enorme crítica à sociedade ocidental contemporânea. GTA V é a prova de que os jogos são uma forma de entretenimento capaz de superar o mercado cinematográfico, seja por seu enredo quanto pela sua influência na cultura pop ocidental.

2. Mass Effect 2

A promessa da Bioware em criar uma franquia de ficção científica capaz de se equiparar a gigantes do cinema como Star Wars e Star Trek não conseguiu ser cumprida pelo primeiro título da série Mass Effect, que apesar de possuir uma série de qualidades, pecava pela grande quantidade de bugs e jogabilidade um pouco problemática, apesar do potencial. Tudo mudou com Mass Effect 2, jogo que dá continuidade à saga do Capitão Shepard em sua batalha de vida ou morte contra os Reapers, seres de uma era antiga que retornaram e desejam dominar o universo.

Mass Effect 2 fez com a Bioware conseguisse criar uma mitologia que se equiparasse a grandes clássicos do cinema
Defeitos como o problemático sistema de combate do primeiro jogo foram resolvidos e aprimorados, de maneira que o game deixou de lado alguns elementos de RPG em prol de uma jogabilidade mais frenética e voltada a ação. Mesmo assim, a desenvolvedora não deixou de lado sua raízes e manteve características marcantes de seus jogos, como extensas conversas em que o jogador pode decidir como agir e certas escolhas morais que fazem total diferença no andamento do enredo. Além disso, o título conseguiu consolidar o universo do jogo e suas diversas raças, que foram construídas com riqueza em detalhes e um cuidado ímpar para torná-lo o mais crível possível. Com Mass Effect 2 e sua sequência, a série se tornou também uma das mais importantes da geração, e as ambições da Bioware em criar um universo tão rico quanto o de Star Wars acabaram se concretizando.

1. Bioshock

Um dos mais alardeados títulos do início da geração se consagrou também como um dos melhores. Ken Levine e sua mente doentia criaram um jogo de tiro em primeira pessoa que sai da mesmice e nos leva para um universo nunca antes imaginado. A submersa cidade de Rapture, criada com a intenção de ser o paraíso para a humanidade é tão encantadora quanto perturbadora. As músicas tocadas em vitrolas, as transmissões de rádio e o estilo arquitetônico da cidade nos faz acreditar que aquele lugar pode ser real, e seria um paraíso se não fosse pela loucura de seus fundadores.

Nada foi tão marcante nesta geração como mergulhar na insanidade de Rapture
Some a incrível ambientação a uma jogabilidade de primeira, que mistura magias a tiroteios como se isso fosse natural, e um enredo intrigante e inteligentíssimo e temos um dos melhores games já criados em todos os tempos. Bioshock não é apenas o melhor jogo lançado para o Xbox 360 como também é um dos melhores de todo o seu gênero. Bioshock Infinite, lançado no início do ano passado, sai-se melhor que o primeiro jogo em diversas frentes, mas o salto de fé de Ken Levine em criar algo ainda além da imaginação de qualquer jogador faz com que o primeiro Bioshock se sobressaia e conquiste o prêmio de melhor jogo lançado para o console da Microsoft.

E você, caro leitor? Concorda com a lista? Deixe sua opinião nos comentários e diga quais são seus jogos favoritos lançados durante a vida do Xbox 360. Concordando ou discordando, uma coisa é certa: essa geração vai deixar saudades!

Revisão: Alberto Canen
Capa: Rafael Lam
Gabriel Vlatkovic é economista formado pela Unicamp. Trabalha como Analista de Finanças e joga videogames há quase vinte anos. Adora ouvir música, assistir a filmes e seriados e discutir a Timeline de Zelda. Quando não está trabalhando, está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook