Nostalgia foi a inspiração para Ori and the Blind Forest (XBO)

Desenvolvedor de Ori, jogo indie exclusivo de Xbox One, fala um pouco de onde tirou suas inspirações para criar o game.

Dentre tantos jogos anunciados pela Microsoft em sua conferência nessa segunda, o indie Ori and the Blind Forest apareceu como uma grata surpresa. Depois da apresentação, um dos desenvolvedores da Moon Studios falou mais sobre o título.


Em uma entrevista para o site Polygon, o diretor do jogo Thomas Maller contou que uma de suas inspirações foi a nostalgia que ele percebia de diversos jogadores em fóruns do NeoGAF. Maller diz que cresceu jogando Super Metroid e queria jogos como esse de novo. E lendo o NeoGAF notou que muitas pessoas dividiam esse sentimento. Mas nada aparecia para resolver esse problema.


Thomas também revelou sobre o gameplay, que pouco foi mostrado na exibição. Ele afirmou que o estúdio está a quatro anos elaborando as bases das mecânicas de jogo. Entre essas mecânicas estão uma complexa árvore de talentos com muitas habilidades que possuem uma grande variedade de combinações, de acordo com o desenvolvedor.

A aproximação com a comunidade é outro ponto que o estúdio quer focar. Um dos planos é colocar nos créditos do jogo o primeiro jogador que conseguir terminar o game sem morrer. Parece um bom incentivo, não?

Ori and the Blind Forest está previsto para ser lançado na nossa primavera (setembro/dezembro) para Xbox One.
Flávio Augusto Priori é formado em design de jogos e tenta ganhar a vida com esse negócio chamado video game. Para ele Metal Gear é a melhor série já feita e ainda acredita na volta da SEGA. Escrevia para o saudoso Minha Tia Joga LoL e hoje pode ser achado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook