Microsoft apresenta regras para monetização em vídeos de "Let's Play"

A companhia autoriza geração de receita com gravações de seus jogos, mas alguns requisitos devem ser cumpridos.

Uma nova e revisada regulação foi delineada pelos estúdios da Microsoft com o objetivo fixar regras para a monetização obtida através da publicação de vídeos de "Let's Play" com conteúdo de franquias de jogos de sua propriedade. Com isso, a companhia deixa expressa a autorização para que jogadores obtenham receita por meio dessa atividade. Mas desde que certos parâmetros sejam seguidos.




Devem ser observados certos limites como: a gravação deve ser obtida durante uma partida normal do game, sem a utilização de mecânicas de engenharia reversa ou hacking. Vídeos contendo pornografia, obscenidades, vulgaridades, lascividades, discriminação, promoção a violência ou, de alguma forma, inadequados ou reprováveis, não serão permitidos.

Além isso, está vetada a disponibilização das gravações das partidas em sites, aplicativos ou serviços que exijam pagamento para acesso ou que dependam de assinatura para sua utilização. Não se pode também utilizar artifícios para fazer parecer que se trata de um vídeo oficial da companhia. De toda forma, a Microsoft reserva a si o direito de utilizar o conteúdo sem pedir autorização e sem dar uma contrapartida financeira a quem tiver publicado a gravação.

O regulamento em seu inteiro teor pode ser conferido no site oficial das plataformas Xbox.

Luiz Filipe Cremonezi do Valle é formado em Direito pela UFJF. Adora videogames desde que se entende por gente. Gosta de jogos antigos, mas está sempre ligado nos novos games e tecnologias. Pode ser encontrado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook