Rise of the Tomb Raider (X360/XBO) terá a natureza como inimiga mortal

Condição física de Lara Croft influenciará diretamente na jogabilidade.


Lara Croft terá o meio ambiente e os animais selvagens como principais desafios a serem superados em Rise of the Tomb Raider, título que deve ser lançado no final deste ano para Xbox 360 e Xbox One. A Crystal Dynamics, estúdio responsável pelo jogo, detalhou que a aventureira precisará evitar atravessar grandes acúmulos de neve para não ficar mais lenta ao fugir de algumas ameaças, ou então ter cuidado para não se desequilibrar ao agarrar galhos escorregadios enquanto sobe em árvores molhadas.


O estado físico da protagonista também influenciará na jogatina, se estiver machucada a eficácia dos movimentos será menor do que quando ela apresenta saúde perfeita. Saber sobre a condição de Lara fugirá dos padrões já conhecidos em jogos de aventura, que têm barras de energia indicando se o personagem está com calor ao atravessar um deserto ou com pouco oxigênio enquanto nada. O jogador deverá ficar atento aos sons e gestos de Croft para saber se é o momento de procurar abrigo ou ir até a superfície para respirar um pouco.

Rise of the Tomb Raider levará a exploradora até a Sibéria, onde ela terá que enfrentar o frio intenso, e também à Síria, local em que o suor escorrerá pelo rosto da garota. Haverá ainda outros cenários, mas nenhum com área jogável tão grande. Entre os animais que representarão perigo à sobrevivência da heroína estarão ursos, lobos, escorpiões, coelhos e esquilos. Algumas criaturas raras, como um lobo alfa que só aparecerá em determinados momentos, também poderão ser caçadas. Cada animal fornecerá materiais exclusivos que serão usados para criar novas armas ou na melhoria de itens.

Fonte: Eurogamer
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook