Relatório fiscal Microsoft: cai as vendas de consoles, mas sobe o lucro com a Live

Apesar da diminuição da compra de consoles Xbox, o lucro com as vendas online cresceu e atingiu recorde.


A Microsoft publicou o balanço fiscal de seu último trimestre e o resultado, no geral, foi surpreendente. A empresa está com US$ 24,1 bilhões no caixa e teve lucro de US$ 5,2 bilhões, resultado maior do que o esperado pelos acionistas de Wall Street. Dessa vez, quem serviu de impulso foi o negócio de computação na nuvem, Azure, com crescimento de receita em 93% se comparado com o mesmo período do ano passado. Entretanto, a linha de games não foi exatamente boa como um todo.


Segundo a Microsoft, comparando com o ano passado, o licenciamento do Windows e a compra de serviços do Office cresceram 5% cada, as vendas com a linha Surface caíram 2%, assim como as vendas de consoles Xbox diminuíram 3%.
Alguns dos bundles montados para alavancar as vendas do Xbox One S

Em contrapartida, os serviços online do Xbox seguraram bem a queda. Em três meses, os usuários da Live cresceram de 48 milhões para 55 milhões e a receita acumulada em vendas online bateu a casa de US$ 1 bilhão, considerado um recorde.

Se você achou muito a queda de 3% da venda de consoles Xbox, pense que mesmo assim estão sendo bem vendidos e a diminuição foi pouca; ainda mais se comparado com o setor mobile da Microsoft, a linha Lumia, que a receita despencou 81%, principalmente pela falta de atenção dada pela própria dona que está chegando ao caso de repor o estoque esgotado de seus celulares só depois de meses de demanda.

É esperado que com o lançamento do Project Scorpio o quadro se inverta e a divisão Xbox volte a dar lucro total à empresa.
Janderson Oliveira ainda não chegou ao patamar de universitário por estar no Ensino Médio, entrou no Xbox Blast com o intuito de unir o que aprendeu em sala com o que andou jogando enquanto deveria estudar para Química. Tem Facebook caso queiram catalogar a espécie.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook