Project Scorpio: Microsoft confirma que não pretende parar de produzir consoles

Podem ficar calmos, não será dessa vez que o Xbox vai sair dos consoles.



Muito tem se dito por personalidades da Microsoft que o Project Scorpio irá encerrar as gerações de consoles e assim várias especulações tem sido feitas: seria o Scorpio um console "modular", podendo receber upgrades de peças de acordo com necessidades, ou na verdade o novo foco da empresa de Redmond vai passar a ser PCs gamers, para potencializar o Windows 10? Os ânimos podem ser acalmados, porque pelo que foi confirmado, não será nada assim tão radical.


Em entrevista ao Engadget, Aaron Greenberg, diretor de marketing do Xbox, disse que o Scorpio pode mudar a forma como vemos o mercado de consoles e que acredita num futuro sem gerações.

"Nós pensamos na habilidade de construir uma biblioteca, uma comunidade, para poder acompanhar o hardware".

Ou seja, a ideia é evoluir o hardware de acordo com as necessidades dos jogos, porém, sem perder a capacidade de rodar os anteriores. Ainda na mesma entrevista, Greenberg revelou que dentro da Microsoft a ideia é de não produzir uma nova geração de consoles: "Nós vemos nisso uma família de dispositivos".

Alguns fãs não acharam ainda muito clara a entrevista e surgiu a pergunta a Phil Spencer: "É verdade que o Scorpio será o último console da Microsoft antes de sair do mercado de consoles para o de PC gamers?" Phil não poderia ter dado resposta mais sucinta:
Agora podemos ter certeza que a Microsoft não irá parar no Scorpio e que a marca Xbox não vai abandonar o hardware (pelo menos por enquanto). Só que ainda fica uma pulguinha atrás da orelha do que exatamente será o Scorpio e como deve ser seu impacto na indústria. Talvez na Build 2017, evento da Microsoft para desenvolvedores que será realizado em maio, teremos mais detalhes.
Janderson Oliveira ainda não chegou ao patamar de universitário por estar no Ensino Médio, entrou no Xbox Blast com o intuito de unir o que aprendeu em sala com o que andou jogando enquanto deveria estudar para Química. Tem Facebook caso queiram catalogar a espécie.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook