Reembolso rápido está chegando ao Xbox One e Windows 10

Nova política para resgatar o valor do jogo agora é mais parecida com a tomada pela Valve no Steam.


Alguns jogos que compramos às vezes não têm aquela postura que desejaríamos, seja apresentando bugs de mau desempenho ou com experiência de gameplay desagradável. O arrependimento logo bate e a vontade que dá é de ligar para a Microsoft pedindo reembolso, mas como chegar no atendente e dizer simplesmente "não gostei do jogo" sem parecer uma criança mimada? Inspirando-se na Valve, a Microsoft começa a disponibilizar um novo modo de pedir reembolso, mais rápido, fácil e que você pode fazer sozinho.


A descoberta veio a partir de um anúncio que a Microsoft está exibindo para alguns membros do programa Xbox Insider. Ele é apresentado como um retorno de feedback que a empresa ouviu e agora está feliz em implementar esse "autoreembolso" que o pode ser realizado em minutos. Isso não é exclusivo nos consoles, a Sony tem isso na PlayStation Store, mas é bastante diferente do modelo que a Microsoft escolheu. Enquanto no PS4, por exemplo, você não pode nem ter baixado o jogo para pedir reembolso (ou seja, mais para compra por engano), no Xbox One e Windows 10 será como acontece com o Steam: é possível pedir o reembolso se você jogou menos de duas horas do jogo, isso é, por problemas o game aparentou ter.



Para resgatar seu dinheiro, o primeiro passo é entrar em account.microsoft.com e fazer o login, depois ir na seção de "Pagamento e cobrança", "Histórico de compras", escolher o jogo ou aplicativo em questão e selecionar "Pedir reembolso".

Não é possível fazer isso com qualquer software que comprou. Há requisitos:

  • Somente jogos e aplicativos que foram comprados nos últimos 14 dias e que tenham menos de duas horas de uso;
  • DLC, seasons passes e add-ons não são válidos;
  • O jogo ou aplicativo precisa ter sido aberto;
  • Nem todos os aplicativos de Windows 10 são válidos;
  • A Microsoft pode bloquear o acesso do recurso de auto-reembolso para quem abusar da função.
A partir de agora é bom as empresas se atentarem mais à qualidade inicial dos seus jogos, o que vale para a própria Microsoft que lançou Quantum Break para Windows 10 repleto de bugs e com certeza seria alvo de muitos reembolsos.

Fonte: Xbox Reddit
Janderson Oliveira ainda não chegou ao patamar de universitário por estar no Ensino Médio, entrou no Xbox Blast com o intuito de unir o que aprendeu em sala com o que andou jogando enquanto deveria estudar para Química. Tem Facebook caso queiram catalogar a espécie.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook