O que esperar da Microsoft na E3 2017

Projecto Scorpio é a grande aposta da empresa e os fãs esperam pelo anúncio de muitos jogos.



Projeto Scorpio, realidade virtual, serviços e jogos. O que Phil Spencer e sua equipe reservaram para nós no próximo domingo (11 de junho)? Confira abaixo um apanhado sobre o novo console da Microsoft, a relação da empresa com a realidade virtual, as possíveis novidades nos serviços oferecidos e, claro, os games que podem ser anunciados.


Projeto Scorpio

Revelado na E3 2016 com o nome de Xbox Project Scorpio, a versão Premium da família Xbox One (já temos nela o Xbox One e Xbox One S) é a grande aposta da empresa. Trata-se, segundo a própria companhia, do console mais poderoso já feito e suas especificações técnicas já foram reveladas, sendo a principal delas a possibilidade de jogar em 4K nativo.

Apesar de várias informações terem sido divulgadas previamente em outros eventos promovidos pela Microsoft, na E3 2017 teremos a divulgação do preço, a data de lançamento e o novo nome do console, que possivelmente não será "Scorpio". Sobre os valores, especula-se que o videogame possa custar entre US$ 499 e US$ 599. O preço é um elemento importante para atrair os consumidores. O outro é a biblioteca de jogos.

É muito possível que a Microsoft apresente seus tradicionais games e franquias (Gears of War 4 e Halo 5) rodando em 4K no console e também são aguardadas parcerias com thirty parties, como a EA Games (e aqui podemos arriscar a possibilidade de um Star Wars Battlefront II no Scorpio com conteúdo exclusivo para o novo console) e a Ubisoft (Far Cry 5 ou o novo Assassins Creed).

Serviços

Já está disponível o Xbox Game Pass (no Brasil, apenas no segundo semestre), o serviço de jogos da Microsoft que oferece uma enorme quantidade de jogos por um valor mensal. O catálogo inicial possui cerca de 100 jogos, mas o problema é que muitos dos jogos disponíveis são do Xbox 360 (oferecidos por meio da retrocompatibilidade) e games que não possuem grande apelo com o público. Talvez a única grande estrela do serviço seja Halo 5. Entretanto, a Microsoft pode estar guardando grandes anúncios para a plataforma na E3 para ampliar o número de assinantes em seu mais recente serviço.

















Phil Spencer e sua equipe sempre gostam de destacar as grandes atualizações previstas para o console. A última grande atualização (e mencionada antes na E3) foi o lançamento do modo Arena na Xbox Live. A divulgação de novas atualizações que podem aprimorar o desempenho do console é uma possibilidade ou ainda o anúncio de novas funcionalidades para o mais recente serviço de streaming de jogos, o Mixer.

Realidade virtual 

A Microsoft não deve ficar para trás neste novo e promissor mercado. Junto do Scorpio especula-se que apresentem alguma experiência utilizando realidade virtual, já que a Sony já tem o seu Playstation VR. A Microsoft, que já possui o seu óculos holográfico, o HoloLens, deve investir pesado também na realidade virtual. No começo do ano, foi anunciado o desenvolvimento de um MMO utilizando óculos de realidade virtual. Será que o game será uma das atrações da E3?
















Jogos

O ano de 2017 não tem sido muito satisfatório para os detentores do Xbox One. O grande lançamento do primeiro semestre foi Halo Wars 2, spin off de estratégia da principal franquia do console. O cancelamento de Scalebound pegou todos os usuários de surpresa, e fica a grande questão: o que a Microsoft apresentará de jogos na E3 2017?

Divulgado na E3 de 2014, Crackdown 3 passou despercebido por todo esse tempo, mas a expectativa é que o sandbox futurista e cômico ganhe um gameplay detalhando seu mecanismo de destruição em grande escala e uma data de lançamento para o segundo semestre de 2017.



















Outro game que deu as caras e sumiu foi Sea of Thieves. Ele foi apresentado na E3 de 2015 e de lá para cá foram realizados vários betas que renderam gameplays que são ao mesmo tempo divertidas e que não dizem muito sobre as mecânicas do game. Produzido pela Rare, o jogo de aventura cooperativo de piratas deve também ter sua data de lançamento para a segunda metade deste ano. Especula-se que Sea of Thieves pode ser anunciado no modelo Free to Play com microtransações. 



















Apesar de promissoras, as duas franquias podem não ser um boa opção para sustentar as vendas de um novo console e despertar o interesse dos consumidores que estão na concorrência. Forza 7 é uma certeza, mas não será ele o game capaz de fazer alguém comprar um Xbox One ou Scorpio. Sem Halo, sua principal franquia, as apostas estão em uma provável exclusividade temporária (assim como aconteceu com Rise of Tomb Rider, lançado posteriormente para PC e PS4) firmada com algum estúdio e uma nova IP. A 343 Industries, responsável por Halo, disse estar trabalhando em um novo projeto. As possibilidades são duas: uma versão aprimorada de Halo 5 no Scorpio ou a empresa ter assumido o projeto de Scalebound, o que seria uma grata e interessante surpresa.

Apesar de Gears of War 4 ter sido lançado ano passado, a The Coalition já está trabalhando em um novo game e há uma pequena possibilidade de que tenhamos pelo menos algum teaser de Gears 5.

Como é tradição nas conferências da Microsoft, podemos contar com o onipresente Minecraft em uma nova versão e com novos recursos. A Iron Galaxy Studios também deve chegar com uma nova temporada de Killer Instinct ou quem sabe um novo game da franquia.

O ID@Xbox, desde que foi criado, vem marcando presença na E3. Podemos esperar novas funcionalidades ao serviço, visando atrair mais desenvolvedores para a plataforma. Em 2016, tivemos a grata surpresa do game We Happy Few, indie de sobrevivência, pelo programa Early Access. Para este ano, a expectativa é grande para o lançamento de Cuphead, jogo de plataforma inspirado nos desenhos animados da década de 1930.



















As cartas estão postas na mesa

Com os concorrentes atingindo a marca de 60 milhões de consoles vendidos ou lançando um novo console com um jogo que vem sendo sucesso de crítica e venda, a Microsoft precisa correr para se livrar do prejuízo e a E3 pode ser uma boa oportunidade para tentar reagir. Apesar do Scorpio ser uma grande promessa, sem jogos ele pode não ir muito longe.

A Microsoft tem feito pouco barulho e as únicas certezas que temos em termos de jogos, além de um novo Forza, são os games apresentados anteriormente (Sea of Thieves, Crackdown 3 e Cuphead). São jogos interessantes, mas que para mudar essa "guerra dos consoles" esperamos ver novas IPs, parcerias com estúdios para exclusividades (temporárias, ao menos), novidades na biblioteca do Game Pass e, quem sabe, o retorno de alguma franquia de sucesso (Fables? Algum jogo da Rare?). A resposta, daqui a alguns dias saberemos.

A conferência da Microsoft ocorrerá no dia 11 de junho (domingo) às 18 horas, horário de Brasília.

Revisão: Vitor Tibério

Rafael C. Oliveira é goiano e já foi astro do rock (no Guitar Hero), líder de uma grande civilização (no Age of Empires) e bem casado (no The Sims). Ele diz que está escrevendo um livro de ficção científica numa tentativa de fazer novos amigos assim. Você pode tentar convencê-lo de desistir dessa ideia absurda no Twitter ou Facebook dele.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook