Guia DLC

Forza Motorsport 7 (XBO/PC) — Hoonigan

Entre para a equipe de Ken Block no primeiro DLC de Forza Motorsport 7.

O piloto de powerslide e rally estadunidense Ken Block é um velho conhecido da franquia Forza, sempre marcando presença com desafios e modos de corrida que levam seu nome. Desta vez, os carros do piloto são temas do DLC Hoonigan (XBO/PC), conteúdo adquirido na pré-venda de todas as edições do simulador de corrida Forza Motorsport 7 (XBO/PC), da Turn 10 Studios.

Hoonigan é o nome da equipe de corrida de Ken Block, chamada Hoonigan Racing Division, que compete em diversas categorias de corridas mundiais. Com um histórico desses, a DLC não poderia decepcionar. O pacote de carros Hoonigan vem com sete veículos da equipe do piloto:
  • Ford "Hoonicorn" Mustang 1965;
  • Hoonigan Chevrolet Belair 1955;
  • Hoonigan Chevrolet Napalm Nova 1972;
  • Hoonigan Ford Escort RS1800 1978;
  • Hoonigan Mazda RX-7 Twerkstallion 1992;
  • Holden Commodore Ute 2003;
  • Rauh-Welt Begriff Porsche 911 Turbo 1991.

Os veículos possuem o mesmo primor visual e sonoro dos carros já inclusos na versão padrão de Forza Motorsport 7. Datados entre a década de 1950 ao início dos anos 2000, o DLC vai dos clássicos aos modernos num piscar de olhos. Cada carro é dono de motores potentes e jogabilidade balanceada para cada forma de direção da época.

O Hoonigan Chevrolet Belair 1955 é uma relíquia cuja velocidade é baixa e a direção é dura e complexa, porém a sensação de pilotar uma máquina histórica como essa é fenomenal. Do mesmo modo, o Ford "Hoonicorn" Mustang 1965 é o veículo mais rápido do DLC, proporcionando excelentes corridas em alta velocidade.


O DLC Hoonigan vem com quatro carros classe A e três carros entre as classes B, D e P. Isso faz do pacote uma ótima opção na hora de disputar corridas na categoria Open dos campeonatos, bem como nos modos de jogo livre e multiplayer. E claro, com o DLC Hoonigan você acrescenta ainda mais veículos ao catálogo de mais de 700 carros do jogo.
Forza Motorsport 7: Hoonigan — XBO/PC — Nota: 10
Versão usada para análise: XBO
Revisão: Bruno Alves
Karen K. Kremer é mestre jedi em história pela UEPG e game designer pela Universidade Positivo. Viajante do tempo e cinéfila, considera Quantum Break uma obra-prima. Cresceu fazendo Meteoro de Pégasos e jogando videogame. Apaixonada por literatura, ilustração e dinossauros. Diz a lenda que com um bat-sinal no Twitter ou DeviantArt ela aparece.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook