Notícia

Killer Instinct: a vilã ARIA é a nova personagem jogável do game

A inteligência artificial funciona como um lutador "três-em-um", trazendo uma mecânica bem interessante ao game de luta da Microsoft.

A segunda temporada de Killer Instinct, jogo de luta exclusivo para Xbox One, já tem a sua nova (e última) lutadora revelada: ARIA, a inteligência artificial por trás da UltraTech e antagonista principal do game. De acordo com o diretor de criação da Microsoft Studios, Adam Isgreen, ela terá uma mecânica bem diferente de todos os outros personagens. Sendo apenas um programa, poderá assumir a forma de três drones — cada um com suas características — que devem ser estrategicamente usados pelo jogador.


O Booster Drone é capaz de flutuar com a sua grande mobilidade no ar, capaz de ataques aéreos e terrestres bem rápidos e repentinos. O Blade Drone, com seu formato de espada, usa uma tecnologia de vibração sônica e pode dar ataques certeiros. Já o Bass Drone é um verdadeiro canhão sônico e pode atirar vários projéteis na velocidade do som.

Além de serem usados como principais, também servem como assistentes durante a batalha, se o jogador quiser. O mais legal é que a vida de ARIA é dividida entre os três drones (ou seja, cada um deles tem uma barra menor que outros lutadores) e, para vencê-la, é preciso apenas destruir suas três máquinas, sem necessidade de vencer dois rounds.

Killer Instinct está disponível para Xbox One. O modo história para ARIA e os demais personagens da Season 2 chega em junho.

Gabriel Toschi é estudante do Ensino Médio, mas sempre encontra tempo para falar sobre seus amados videogames. É fã de jogos musicais, puzzles e RPGs e gosta de um bom jogo de tabuleiro. Pode ser encontrado no Facebook ou no Twitter e seu trabalho pode ser visto em seu portfólio.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook