Top 10

Top 10: Jogos exclusivos e obrigatórios do Xbox 360

Confira os jogos do Xbox 360 que devem estar na biblioteca de todos os donos do console.

O Xbox 360 já está um pouco velhinho e completou este em 2015 seus dez anos de lançamento no mercado americano. Apesar de idoso, o velho 360 ainda tem um pouco de chão pela frente e vem recebendo alguns lançamentos nos últimos anos.


O acervo do console conta com mais de 1000 títulos lançados fisicamente, além de mais de 600 digitais, o que o transforma em uma máquina praticamente infinita de diversão com jogos para todos os gostos.

Separamos aqui dez entre toda essa imensidão de jogos que merecem destaque e que são obrigatórios para os fãs e donos de um Xbox 360.

10 – Dance Central

É verdade que a febre dos controles por movimento pode ter passado, porém nada mais divertido do que chacoalhar o esqueleto ao som de ótimas músicas, e isso a série Dance Central conseguiu cumprir.

Ao todo foram três títulos que trouxeram uma jogabilidade intuitiva e recompensas para os mais esforçados. Um dos pontos principais do jogo era se tornar acessível a todos, desde crianças até os mais veteranos nos passos de danças. Dance Central conseguiu unir todos os requisitos para isso em apenas um disco com seus níveis de dificuldade abrangentes, variado setlist musical e um apelo visual elevado.

Outro ponto importante era a possibilidade de levar suas músicas (do disco e compradas como DLC) para a versão seguinte da série, tornando o último jogo um verdadeiro acervo da franquia.

9 – Naruto: The Broken Bond

O ninja hiperativo da vila de Konoha ganhou dois jogos superdivertidos que exploram um pouco dos primeiros passos de Naruto para se tornar um Hokage, título recebido pelo líder local.

Selecionamos para nossa lista o segundo deles, The Broken Bond, que cobre os acontecimentos entre os episódios 80 e 135, quando a história marca a quebra de um laço importante de amizade, insinuado pelo título que em português significaria “Laço Quebrado”.

Mesclando elementos de plataforma, ação e batalhas, há aqui um desfile de personagens da saga, um rico modo de exploração, divertido multiplayer e sistemas de ranking online. Todos os elementos foram refinados a partir do primeiro game e se tornaram mais fluidos e completos, o que nos deixou com a escolha do segundo game em nosso top.

8 – Fable II

A saga Fable sempre foi elogiada pela crítica desde seu lançamento com o original no primeiro Xbox. A sequência, que acompanhou a chegada do 360 no mercado, foi elogiada pela crítica e apareceu em diversas listas de jogos obrigatórios da geração.

Fable II leva o jogador para dentro de contos mágicos, nos quais o herói principal, que pode ser homem ou mulher, vê-se em uma situação complicada após ter seu desejo de sair da pobreza magicamente realizado.

Diversas locações para explorar, customizações, batalhas, explorações e uma companhia canina fizeram com que jogadores ao redor do mundo perdessem horas e horas tentando ajudar e entendendo onde tudo aquilo iria terminar. Tornar-se um herói era uma questão de decisões corretas que culminariam em responsabilidades dignas de uma lenda.

7 – Crackdown

A franquia Crackdown está voltando com tudo no One, mas que tal conhecer um pouco dos primeiros títulos lançados em exclusivo para o 360?

Os policiais de Pacific City, que, apesar do nome, de pacífica não tem nada, precisam enfrentar as gangues que dominam as ruas da cidade e causam o caos a cada território que tentam ocupar. Mas apenas armas e granadas não são suficientes e logo os agentes clones super-humanos desenvolvidos pela misteriosa Agência (sim, é esse o nome da organização) são postos nas ruas para impor de uma vez por todas a lei.

Espere por incríveis poderes, tiroteios alucinantes e perseguições veiculares em um mundo aberto com gráficos cartunescos e bom senso de humor.

6 – Shadow Complex

Codesenvolvido pelos mesmos criadores da série Gears of War, a Epic Games, Shadow Complex chegou à Xbox Live Arcade e surpreendeu por sua jogabilidade afiada e belíssimos gráficos com uma ambientação 2D.

A história segue Jason e sua namorada Claire, que decidem explorar misteriosas cavernas. Ao se separarem, Claire se perde e para de responder aos chamados de Jason, que instantaneamente vai ao socorro de sua amada e descobre um supercomplexo militar embaixo da terra.

Lá, Jason precisa usar todo o poder de fogo encontrado para enfrentar aqueles que o impedem de encontrar Claire e entender o que é aquilo tudo que ele está vendo.

O jogo foi bem recebido pela crítica e recebeu avaliações positivas por onde passou, colocando-o no posto de jogo obrigatório.

5 – Halo 4

O último grande jogo estrelado somente por Master Chief chegou exclusivamente ao Xbox 360 em 2012 e pôs Halo 4 como um marco para a série.

Após o término da primeira trilogia, aqui vemos Master Chief e Cortana perdidos no espaço, literalmente. Passados exatos quatro anos após Halo 3, os dois precisam descobrir sobre o novo planeta em que estão e entender a situação atual. É assim que Master Chief se coloca no meio de um novo conflito ao tentar encontrar os humanos de quem Cortana alega ter captado transmissões.

Desenvolvido pela 343 Industries, o jogo tem um apelo visual fantástico devido a sua grandiosidade. A mecânica de jogo já conhecida recebeu alguns refinamentos e ao lado de lindos cenários e um multiplayer empolgante transformaram Halo 4 em um dos jogos imperdíveis do 360.

4 – Project Gotham Racing 4

Quando o assunto é corrida e Xbox, logo vem à mente a série Forza, mas a Microsoft já teve outra série de respeito que parece ter sido deixada de lado nos últimos anos.

De autoria do estúdio Bizarre Creations, os títulos da série sempre tentaram priorizar a realidade. Nesta quarta versão o destaque ficava por conta da simulação de efeitos de tempo, como chuva e neblina, diversidade de veículos e pistas ao redor do mundo, além de modos online mais robustos.

Infelizmente o estúdio Bizarre Creations acabou sendo comprado pela Activision e a atenção em Forza diminuiu bastante a possibilidade de uma quinta versão da série.

3 - Alan Wake

Alan Wake tentou se destacar no gênero terror e conseguiu fazer isso com maestria. Usando constantemente do jogo de luz e sombras e criando uma atmosfera tensa e envolvente ao mesmo tempo, a história do perturbado escritor acabou se tonando um dos grandes títulos do 360.

O game pega emprestado diversos elementos já conhecidos do cinema, da literatura e de outros jogos do gênero criando o pacote ideal para quem gosta de terror. Nele o jogador encontrará de tudo: inimigos implacáveis, criaturas sombrias, ambientações fantásticas e momentos de tirar o fôlego que farão a adrenalina subir e os sustos se tornarem constantes.

Aqueles que ainda não puderam acompanhar Alan em sua jornada pela sanidade devem dar uma chance ao game.

2 – Lost Odyssey

O Xbox 360 não possui um grande acervo de JRPGs no Ocidente, mas os títulos lançados nesse lado do globo trazem uma qualidade indiscutível que os tornaram verdadeiras pérolas escondidas no sistema.

Lost Odyssey foi desenvolvido pela Mistwalker e publicado pela Microsoft. Suas influências de Final Fantasy, afinal foi produzido pelo criador da série, não o obscurecem e os pontos fortes do jogo acabam transformando-o em um RPG charmoso e com estilo.

Kaim, o personagem principal, está em busca de seu passado e confronta difíceis memórias enquanto explora um mundo brutalmente afetado por uma espécie de revolução industrial mágica.

Os elementos que constroem os grandes RPGs estão lá, desde as batalhas em turno, exploração por itens mágicos e melhorias até reviravoltas na trama que revelarão a importância de Kaim nesse novo mundo.

1 – Gears of War 3

Todos aguardavam ansiosamente o desfecho da aventura de Marcus Phoenix, que lutava para salvar a humanidade e ao mesmo tempo manter vivo a si mesmo e seus companheiros. Foi assim que Gears of War 3 chegou chutando a porta da frente e entregando aos fãs um dos melhores jogos da série.

A batalha contra os Locusts chega a um momento crucial e as forças da COG precisam de uma vez por todas liquidar essa ameaça. A terceira edição da franquia serviu para fechar alguns questionamentos sobre a série e ligar as pontas soltas deixadas pelos dois primeiros títulos, conseguindo de forma satisfatória cumprir seu objetivo.

O jogo trouxe entre suas novidades um modo cooperativo para quatro pessoas, um destaque maior nas personagens femininas e claro, novas armas e equipamentos para destruir os alienígenas.

Lançado em 2011, o jogo continua divertido e obrigatório para quem curte e curtiu a série e quer conferir o desfecho e o destino de Phoenix. Além de desafiador, Gears sempre foi sinônimo de diversão certa.

Revisão: Vítor Tibério
Capa: Daniel Serezane
Fabio Oliveira é Analista de Sistemas formado pela UERJ. Além da paixão pelo mundo dos games, é fanático por seriados americanos, cultura japonesa e filmes de ficção científica. Fã de Mario e Resident Evil resolveu contribuir para o universo gamer sendo newposter no Xbox Blast.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook