Vem aí

Prévia: Extra! A raça humana está prestes a se destruir em Metro: Last Light (X360)

Sequência direta de Metro 2033 (X360) , que é baseado no livro homônimo do autor russo Dmitry Glukhovsky , Metro: Last Light dá sequência... (por Filipe Salles em 25/04/2013, via Xbox Blast)

Sequência direta de Metro 2033 (X360), que é baseado no livro homônimo do autor russo Dmitry Glukhovsky, Metro: Last Light dá sequência aos fatos ocorridos no primeiro jogo. Em 2034, há rumores de que existe um sobrevivente da raça Dark Ones e sua tarefa será procurá-lo, num mundo onde você é a única esperança de salvação, inserido na guerra que ameaça acabar de vez com a humanidade.

Nada como brigar por fofoca

Venha morar conosco,
temos uma vodka especial!
Em 2013, um ataque nuclear devastou a Rússia (Kim Jong-un, foi você meu filho?) e sua capital Moscou, e os sobreviventes do ataque foram obrigados a se refugiar e viver no subsolo. Agora eles ocupam as redes de metrô da cidade para fugir do ambiente inóspito que a superfície se tornou, povoada por seres mutantes, aberrações trazidas pela radioatividade das explosões.

Um dos primeiros seres humanos a nascer em Metro, Artyom cresceu vendo os demais se dividirem em facções com ideologias distintas, que ocupam as antigas estações de metrô da capital russa. Como já não bastasse ter o mundo assolado por aberrações, nem o subsolo está a salvo, e uma guerra civil está cada vez mais próxima. A causa desse conflito é a descoberta do bunker D6, um local cercado de rumores sobre um arsenal poderoso que pode dar a vitória a qualquer um dos exércitos que conquistá-lo. Você é a única esperança de sobrevivência da raça humana.

Da frigideira para o fogo

Como dito anteriormente, o mundo de Metro: Last Light (X360) é hostil não importa onde você esteja. Os acessos à superfície são povoados por mutantes de todos os tipos, desde baratas gigantes a morcegos que parecem gárgulas. A superfície em si permanece com altos níveis de radioatividade mesmo após vinte anos desde a explosão das bombas nucleares, e será preciso usar máscaras de gás a todo momento, além de tomar cuidado com tempestades frequentes. Já mencionei que ela também está repleta de criaturas mutantes?

No subsolo, os  próprios seres humanos são o risco. Divididos entre grupos armados organizados e bandidos impiedosos, os conflitos acabam com os escassos recursos e tornam a vida dos habitantes um inferno, onde não se sabe se conseguirá sobreviver até o próximo dia. Para ajudar os futuros jogadores, a 4A Games disponibilizou um guia de sobrevivência em Metro que pode ser visto logo abaixo.

Exploração, economia de recursos e planejamento estratégico são fundamentais

Apesar de pertencer ao famigerado gênero de tiro em primeira pessoa, o foco de Metro: Last Light está na exploração. Tal como vimos em jogos da série Metroid Prime (GC/Wii), da Retro Studios, onde a falta de recursos te obrigará a investigar cada canto em busca de munição, baterias para sua lanterna, entre outros. Apesar de estarmos falando de um mundo pouco convidativo que ninguém em sã consciência deseja presenciar na realidade, o cenário pós-apocalíptico retratado no jogo promete agradar bastante, principalmente para quem adora percorrer 100% dos mapas.

Se você experimentou os títulos das séries Call of Duty ou Battlefield e está acostumado a descer bala nos inimigos, sinto lhe informar que não irá sobreviver por muito tempo em Metro: Last Light. Isso porque a munição disponível no jogo é bem escassa e entrar de cabeça em cada batalha que ele oferecer a esgotará logo. O recomendado é que abuse da furtividade e planeje seus ataques usando o mínimo de munição para dar cabo dos inimigos, que responderão de acordo com sua ações.


Sequência de um jogo bem aceito pela crítica, Metro: Last Light promete repetir a dose de seu antecessor, trazendo uma experiência desafiadora. Cada recurso deve ser minuciosamente contado dentro de um ambiente hostil e cada decisão trará uma consequência. Você será a última esperança da humanidade no título da 4A Games que chegará ao Xbox 360 em 14 de maio.

Nome: Metro: Last Light (X360)
Desenvolvedora: 4A Games
Gênero: FPS
Lançamento: 14 de maio de 2013
Expectativa: 3 / 5

Revisão: Bruna Lima
Capa: Diego Migueis
Filipe Salles é formado em Administração de Empresas pela UNIGRANRIO, joga videogame desde os quatro anos. Nerd assumido, adora falar sobre cultura geek e videogames, o que o levaram à redação do Xbox Blast e da PlayerTwo. Está no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook