Discussão

Série de Halo produzida por Steven Spielberg irá acontecer?

Série produzida pelo cineasta devia ter sido lançada como material pré-lançamento de Halo 5: Guardians.

A franquia Halo, de tiro em primeira pessoa e elementos de ficção científica, completa 15 anos em 2016, e o lançamento de Halo 5: Guardians (XBO) no ano passado, pela 343 Industries, levanta algumas importantes questões sobre o futuro da franquia. O jogo, que é o segundo capítulo da história de Master Chief na Reclaimer Saga, arco da série iniciado em 2012 com Halo 4 (X360), é o décimo título da franquia e trazia a promessa de ser acompanhado por uma série televisiva produzida pelo cineasta estadunidense Steven Spielberg, de E.T.: O Extraterrestre e Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros. Porém, onde o projeto foi parar?

Halo na televisão

A inclusão de produtos audiovisuais em live action pela franquia Halo é algo usado desde as ações promocionais de Halo 3 (X360) em 2007 — o grupo de curtas-metragens intitulado Halo: Landfall foi dirigido pelo cineasta sul-africano Neill Blomkamp, de Distrito 9 e Elysium. O trabalho foi a primeira incursão do game no âmbito do cinema e a televisão.

Em 2009 veio o curta-metragem The Life, também conhecido por We are ODST, dirigido pelo cineasta britânico Rupert Sanders, de Branca de Neve e o Caçador e a recém-anunciada adaptação cinematográfica Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell. O filme foi um produto exclusivo para a promoção do jogo Halo 3: ODST (X360).


No ano seguinte, foi lançada uma série de curtas-metragens em live action para a campanha promocional voltada a Halo: Reach (X360), intitulada Remember Reach. Os filmes interagiam com o conteúdo interativo do site homônimo. Dirigidos pelo cineasta israelense Noam Murro, de 300: A Ascensão do Império, a série de curtas mostrava como era a vida antes da queda da colônia humana de Reach. Para completar o conjunto de material pré-lançamento de Halo: Reach, também houve o trailer em live action Birth of a Spartan.

A websérie de cinco episódios Halo 4: Em Direção ao Amanhecer, dirigida pela cineasta estadunidense Stewart Hendler, debutou em 2012 preparando o caminho para Halo 4. Diferente dos trabalhos televisivos anteriores, a série focou em introduzir o universo de Halo aos novos jogadores, aproveitando o início de um novo arco da franquia, o Reclaimer Saga.


Halo: Nightfall e Steven Spielberg

Durante a E3 2013 foi anunciado Halo 5: Guardians, e com ele a futura Halo: The Television Series, produzida para o canal Showtime e anunciada pelo próprio Spielberg, que falou sobre sua infância jogando games e suas projeções otimistas em fazer parte do novo projeto do Xbox. Contudo, anos se passaram e o jogo foi lançado sem a produção televisiva e muito pouco sobre o assunto foi dito desde então.

A série, que seria produzida por Spielberg, teria conexões com Halo: Nightfall, de 2014, dirigida pelo cineasta croata Sergio Mimica-Gezzan, de Prison Break e Falling Skies, e produzida pelo cineasta britânico Ridley Scott, de Blade Runner, o Caçador de Androides e Alien, o Oitavo Passageiro.


Halo: Nightfall foi uma série de cinco episódios exibida via streaming no Halo Channel para aqueles que adquiriram a coletânea de jogos Halo: The Master Chief Collection (XBO). A produção narra a história do soldado Jameson Locke, interpretado pelo ator estadunidense Mike Colter, de Luke Cage, parte de uma unidade especial enviada para investigar atividades incomuns em Sedra. O live action fazia uma ponte entre a história de Halo 4 e Halo 5: Guardians.

Com o fechamento da divisão de entretenimento do Xbox no mesmo ano, a Xbox Entertainment Studios, o projeto da série de Halo nas mãos de Spielberg ficou à deriva. Porém, antes que rumores sobre o desenvolvimento de produções midiáticas alternativas fossem dados como incertos no comando da Microsoft, Phil Spencer, chefe da divisão Xbox e da Microsoft Studios, foi a público afirmar que as atividades de cunho de entretenimento continuariam parte das metas da empresa. Com funções realocadas para os consoles Xbox 360 e Xbox One, o foco do conteúdo de entretenimento centrou-se na experiência através de atualizações e aplicativos que permitem interatividade com outros conteúdos além dos jogos, como filmes, séries, shows e esportes.


Com a palavra, Phil Spencer

Controlado o furor do público quanto ao destino da divisão de entretenimento do Xbox, a Halo: The Television Series continuou levantando dúvidas sobre seu cancelamento. A boa notícia é que, em agosto deste ano, Phil Spencer disse via Twitter que o projeto em parceria com Steven Spielberg continua vivo.


Para os fãs que aguardam o prometido Halo: The Television Series, a esperança ainda está no ar, e, com a recente declaração de Spencer, não tem como não se manter otimista em ver Halo ganhar vida em live action novamente, não é? Inclusive, o diretor Steven Spielberg atualmente trabalha em um longa-metragem com o enredo centrado nos games, o futuro Jogador Número 1, previsto para 2018.

Revisão: Vitor Tibério
Karen K. Kremer é mestre jedi em história pela UEPG. Viajante do tempo e cinéfila, considera Quantum Break uma obra-prima. Cresceu fazendo Meteoro de Pégasos e jogando videogame. Apaixonada por literatura, ilustração e dinossauros. Diz a lenda que com um bat-sinal no DeviantArt., MGC. ou Twitter. ela aparece.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook