Analógico

Analógico: Seria Ezio Auditore uma fusão do Batman com o Homem de Ferro?

Ezio Auditore da Firenze, antepassado dos assassinos Clay Kaczmarek - mais conhecido como Subject 16 - e Desmond Miles, que tiveram suas his... (por Filipe Salles em 25/09/2012, via Xbox Blast)

Ezio Auditore da Firenze, antepassado dos assassinos Clay Kaczmarek - mais conhecido como Subject 16 - e Desmond Miles, que tiveram suas histórias retratadas na série Assassin's Creed (X360), se tornou um dos maiores ícones gamers dessa geração devido em grande parte, ao seu carisma e ao seu jeito fanfarrão em contrapartida ao protagonista anterior, Altair. Mas o que faz Ezio se parecer tanto com os dois playboys mais famosos do mundo (Hugh Hefner não conta), Bruce Wayne e Tony Stark?


Nascidos em berço de ouro


O que os três heróis possuem em comum é terem nascido com a bunda virada para a lua, como diz o ditado popular para os que nasceram com muita sorte, neste caso, financeira. Ezio nasceu da família Auditore, dona do banco de mesmo nome que ascendeu rapidamente para se tornar uma das famílias mais influentes da República Florentina, graças também ao ótimo relacionamento entre os Auditore e a família Médici, que governava a cidade na época.



Bruce Wayne é o filho do grande empresário Thomas Wayne, principal responsável pelo crescimento de Gotham City ao status de megalópole e dono das Corporações Wayne, tendo herdado a companhia após a morte de seus pais quando tinha 8 anos de idade e sendo criado por seu mordomo Alfred Pennyworth até a vida adulta.

Semelhante aos dois heróis citados acima, Tony Stark também é herdeiro de um grande empresário, seu pai, Howard Stark, um cientista brilhante e dono das indústrias Stark, a maior fabricante de armas dos Estados Unidos. Seguindo os passos do pai, Tony Stark assume os negócios da família e se revela ser um cientista ainda mais brilhante do que o pai, sendo sua principal invenção a armadura que o transforma no Homem de Ferro, no qual ele criou a primeira versão quando estava sendo mantida em cativeiro durante a Guerra do Vietnã.

Diferentemente dos heróis da DC e da Marvel, Ezio é o único que não assume os negócios da família devido a seus bens terem sido confiscados após sua família ter sido acusada de traição e seu pai e irmãos enforcados.

Eu me amo! Eu me amo! Não posso mais viver sem mim!


Talvez a característica principal que os três personagens dividem é o egocentrismo. Falastrões e super confiantes, os três não possuem nenhuma modéstia em se exibir e falar por aí o quanto são geniais como pode ser percebido na clássica cena do filme  Os Vingadores (2012). Com exceção de Bruce Wayne, que se torna exatamente o oposto ao vestir o seu uniforme e se tornar o Batman.

[youtube width="448" height="252"]http://www.youtube.com/watch?v=I6cLmAqoNRo[/youtube]

Mesmo fazendo parte de grupos, preferem por atuar sozinhos ou, no caso do Batman, com um companheiro em específico. Infelizmente, para estes heróis, ocasionalmente cabem a eles papéis de liderança dentro de suas equipes, sendo Ezio promovido para Mentor dentro da Ordem dos Assassinos em Roma, Homem de Ferro tendo assumido a liderança dos heróis pró-registro na saga Guerra Civil e Batman sendo um dos membros fundadores da Liga da Justiça da América.

Parafernalhas e mais parafernalhas


O que não falta a estes heróis são as mais diversas tranqueiras que compõem seus uniformes. Enquanto a armadura do Homem de Ferro é visivelmente um arsenal equipado com armamentos muito à frente de seu tempo, Ezio Auditore e o Batman preferem por trajes que os auxiliam a se camuflar a fim de pegar seus inimigos desprevenidos, com diversas armas e acessórios escondidos dentro de suas roupas, como bumerangues, lâminas escondidas no pulso, granadas, facas de arremesso, entre outras.

Dentre todos estes acessórios, o mais utilizado até mesmo em comparação com os acessórios da armadura de Tony Stark e a roupa de morcego de Bruce Wayne,com certeza é a Hidden Blade utilizada não só por Ezio Auditore, mas por toda a Ordem dos Assassinos, e sua principal função é dar ao usuário a capacidade de matar sem ser percebido mesmo estando entre a multidão.

É hora de chutar bundas!


E é na hora da ação que estes heróis brilham, quer dizer, exceto o Batman, se é que vocês me entendem. Piadinhas infames a parte, o Homem de Ferro de fato brilha em suas cenas de ação, utilizando todo o arsenal que a sua armadura oferece: raios repulsores nas mãos, lança-mísseis nos ombros, lança-chamas e principalmente o Unibeam, um raio devastador que é projetado de seu peito e utilizado apenas em momentos de grande necessidade.

Em contrapartida, tanto Ezio quanto o Homem-Morcego preferem por agir de forma mais discreta, utilizando-se de habilidades furtivas para lutar contra seus inimigos. Enquanto Ezio é um mestre em se camuflar com a multidão e um especialista em escalar com as próprias mãos e se movimentar por grandes áreas urbanas, o Batman se mistura com a noite, tal qual um morcego e conta com diversos aparatos que o auxiliam em sua movimentação, como sua capa que o permite planar e o gancho que carrega em seu cinto de utilidade para acessar áreas distantes ou para subir prédios muito altos.

Em combate, ambos heróis combatem de maneira muito parecida, contando com seu treinamento em combate e as diversas armas que carregam, são capazes de despachar inúmeros combatentes seja usando espadas, facas, lasers, bombas ou até mesmo os próprios punhos.






Ideologia, eu quero uma pra viver


A ideologia é o que basicamente diferencia os três personagens um do outro, cada um tendo suas próprias motivações e ideais para combater os vilões.

Tony Stark, como um patriota inveterado, utiliza sua armadura para combater quaisquer vilões que possam ameaçar o seu país e, principalmente, pelo seu próprio ego por aliar o seu status de gênio bilionário filantropo com o de super herói, e, por conta disto, não disfarça nem um pouco a sua identidade como o Homem de Ferro.

Já Bruce Wayne se tornou um herói para vingar a morte de seus pais e aterrorizar o submundo do crime de Gotham City, se tornando um justiceiro noturno e escondendo a sua identidade como Bruce Wayne para que os vilões acreditem que o Batman possa ser qualquer pessoa. Nesta tarefa ele não foi muito bem sucedido, já que diversos vilões ao longo de sua história descobriram sua identidade secreta.

Por fim, Ezio Auditore luta especificamente pelo Credo dos Assassinos, que trava uma guerra milenar contra a Ordem dos Templários, que procuram reescrever as crenças da população mundial por meio de uma nova história mundial, obtendo assim a dominação global. Em sua jornada, Ezio procura também descobrir qual o seu real propósito no mundo. A melhor maneira de expressar esta ideologia se dá através do próprio lema dos assassinos que pode ser conferido logo abaixo seguido de sua tradução em um diálogo entre Ezio Auditore e Sofia Sartor, em Assassin's Creed: Revelations (X360).

[youtube width="448" height="252"]http://www.youtube.com/watch?v=cOSW4Bgrfm8[/youtube]

"Ezio: Nada é verdadeiro. Tudo é permitido.

Sofia: Isto é um pouco cínico.

Ezio: Seria se fosse uma doutrina, mas é uma mera observação da natureza da realidade. Ao dizer que nada é verdadeiro, se reconhece que os próprios pilares da sociedade são frágeis e nós devemos ser os pastores de nossa civilização. Ao dizer que tudo é permitido, se entende que nós somos os arquitetos de nossas ações e nós devemos viver com suas consequências, sejam elas gloriosas ou trágicas."
Gênio, playboy e rico, Ezio Auditore possui uma jornada própria que o diferencia dos outros dois heróis que partilham das características citadas acima, mas o seu estilo de movimentação e combate que se assemelham bastante as do Cavaleiro das Trevas aliado ao seu carisma e fanfarronice que lembram bastante os de Tony Stark, o Vingador mais canastrão do grupo de heróis, foram as características que tornaram Ezio Auditore da Firenze um ícone da geração atual de games. E vocês, concordam com os pontos estabelecidos nesta matéria? Conhecem mais algum personagem dos quadrinhos, séries e filmes que lembrem o protagonista de Assassin's Creed II, Brotherhood e Revelations? Comentem!

Revisão: Gabriel Toschi
Filipe Salles é formado em Administração de Empresas pela UNIGRANRIO, joga videogame desde os quatro anos. Nerd assumido, adora falar sobre cultura geek e videogames, o que o levaram à redação do Xbox Blast e da PlayerTwo. Está no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook