Blast from the Past

Blast from the Past: Virtua Fighter 2 (XBLA)

Em uma era onde a Sega ainda competia com a Nintendo pelo posto de melhor console e a Sony ainda estava entrando no mercad... (por Filipe Salles em 30/01/2013, via Xbox Blast)

Em uma era onde a Sega ainda competia com a Nintendo pelo posto de melhor console e a Sony ainda estava entrando no mercado com seu PlayStation, era lançada a sequência direta do primeiro jogo de luta em três dimensões. Para os gamers mais novos, falo de Virtua Fighter 2, lançado para o Arcade, os saudosos fliperamas, em 1994 e que foi uma revolução gráfica em sua época. Virtua Fighter 2 fez um retorno triunfal na Xbox Live Arcade em novembro do ano passado para alegria dos saudosistas. Relembre conosco aqui no Xbox Blast os primórdios das lutas tridimensionais!

Crysis? Que nada, gráfico bom mesmo é em Virtua Fighter 2

Hoje em dia, é inegável que o título da Crytek é uma das grandes referências técnicas no que se refere aos gráficos. Mas, nos anos 90, Virtua Fighter 2 deixava os jogadores de queixo caído com a qualidade gráfica que apresentava. Tanto em relação aos cenários quanto à modelagem dos personagens, este jogo impressionou pelo realismo demonstrado em suas imagens.

E vocês achando que Battlefield é realista.
Entre as grandes séries de luta que fizeram a cabeça dos jogadores e são lembradas até hoje, Virtua Fighter 2 foi pioneiro em trazer modelos poligonais a uma arena em 3D, na qual temos movimentos para os lados, ao invés de apenas para frente e para trás. O mais parecido que tínhamos na era das lutas bidimensionais podia ser visto na série Fatal Fury, onde a luta acontecia em dois planos diferentes.

Vamos lutar sumô

Como falei anteriormente, a franquia de pancadaria da Sega trouxe mais realismo aos combates, ou seja, nada de arpões, raios congelantes ou Hadoukens de nosso saudoso Ryu para jogar nos seus adversários. Virtua Fighter 2 trazia os movimentos característicos da arte marcial usada pelo respectivo personagem, como por exemplo o simpático velhinho Shun, que utiliza técnicas do Zui Quan (Punhos bêbados) para derrotar seus oponentes.

Uma joelhada certeira pode acabar com uma luta.
Mas agora sumô? Não estamos falando de estilos marciais diversos? O que queremos enfatizar nesse subtítulo é uma das grandes inovações que o famoso jogo de luta trouxe e que hoje é presente em diversos outros games do gênero como os da franquia Soul Calibur: o Ring Out, responsável por salvar lutas perdidas ou por fazer você se tornar motivo de gozação por parte de seus amigos caso você acidentalmente se suicide.

Para os que desconhecem o tradicional esporte nipônico, ele consiste em uma luta na qual o atleta, todos com um porte maior que GG, empurra seu adversário para fora da arena de luta para ganhar a competição. Diferente do esporte mencionado, em Virtua Fighter 2 podemos jogar nossos adversários para fora da arena simplesmente descendo o braço - ou as pernas - no outro combatente. Apesar de hoje ser bem comum, o Ring Out obrigou os jogadores a desenvolver mais estratégias para vencer os combates e assim faturar o título de campeão do torneio da locadora do bairro.

Diversão simples e pura

Virtua Fighter 2 não traz complexidade aos modos de jogo, se limitando aos já costumeiros modos Arcade e Versus, onde você pode distribuir sopapos contra a máquina ou contra seu amigo. Na versão lançada para a Xbox Live Arcade, contamos com o modo Versus online e placar de líderes online para você mostrar aos seus amigos que ainda é o rei de Virtua Fighter do seu bairro.

Para mim, este título é carregado de nostalgia e me lembra da melhor viagem que fiz na vida, quando fui visitar meus parentes que moram nos EUA em 1998 e fiquei durante um mês atentando a vida dos meus primos, especialmente o dono do Sega Saturn que tinha uma versão do jogo, que apanhava constantemente de mim no Virtua Fighter 2. Como diria o lendário personagem Barney Stinson, de How I Met Your Mother: História verdadeira.

Tao Paipai, é você?
Um dos títulos de luta mais icônicos da década de 90, muitos tiveram a oportunidade de lutar junto com personagens únicos como  Akira, Pai Chan - que fazem participação especial em Dead or Alive 5 - Jeffry McWild, Lion Rafale, entre outros. Você já teve a oportunidade de jogar este clássico? Quais lembranças você tem dele? Para os desavisados, Virtua Fighter 2 está disponível na Xbox Live Arcade por 400 MS Points. E cá entre nós, Lau Chan, o personagem da imagem acima, não é igualzinho ao Tao Paipai, um dos icônicos vilões daquele desenho pouco conhecido sobre um certo menino com rabo de macaco? Compartilhe conosco!

Revisão: Leandro Freire
Filipe Salles é formado em Administração de Empresas pela UNIGRANRIO, joga videogame desde os quatro anos. Nerd assumido, adora falar sobre cultura geek e videogames, o que o levaram à redação do Xbox Blast e da PlayerTwo. Está no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook