Versão final de Ryse será diferente da mostrada durante última E3, diz produtor

Ryse: Son of Rome , jogo de ação exclusivo para o Xbox One, próximo console da Microsoft, chamou muita atenção durante a última E3. O jog... (por André Sellare em 23/07/2013, via Xbox Blast)

Ryse: Son of Rome, jogo de ação exclusivo para o Xbox One, próximo console da Microsoft, chamou muita atenção durante a última E3. O jogo parece apresentar belos gráficos, mas ficou devendo no que diz respeito à jogabilidade. Agora, preocupada com a imagem negativa que o jogo conquistou, a produtora Crytek promete que o jogo será mais desafiador.

A famosa ajuda com os botões só será presente no tutorial

Michael Read, produtor do jogo, explicou ao Siliconera que o jogo apresentado na última E3 era uma "pequena parte" e que "muitas das mecânicas de combate ainda estão sendo finalizadas". Falando em mecânica de combate, foi justamente neste ponto que o jogo foi duramente criticado, pois na demonstração aparecia qual botão clicar para executar os inimigos com golpes especiais.

Segundo o produtor, teremos muitos golpes especiais que utilizam espada, escudo e chutes, mas sem aparecer os botões que devem ser clicados, aumentando a dificuldade do jogo e dando um realismo maior à jogabilidade de Ryse: Son of Rome.

Michael Read explicou à reportagem do Siliconera que existirão vários tipos de dificuldade no jogo, que vai do fácil ao pesadelo. Dependendo da dificuldade escolhida, será preciso mais golpes certeiros para que o inimigo possa ser executado com algum golpe especial. A dificuldade também está atrelada à quantidade de energia que um golpe inimigo poderá retirar do herói.

Outro destaque lembrado por Read, é que o jogador escolhe que tipo de execução quer fazer, e que existem execuções que aumentam o XP ou pontos de vida, por exemplo. Cabe ao jogador usar com sabedoria, dependendo de como o jogo estiver indo.

Para finalizar, Michael Read disse que a empresa não soube apresentar o game devidamente e que faltou explicar que era uma versão de demonstração que estava longe do produto final.
André Sellare trabalha na área desde 2002, quando se tornou responsável pelos servidores de jogos do Portal Terra, assumindo posteriormente a editoria do Terra Games, e hoje escrevendo para o Xbox Blast. Amante dos jogos desde cedo, iniciou seu “namoro” com um Intellivision, passou pelo Atari, “flertou” com um MSX e hoje vive casado com um Super Nintendo. Está no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook