Microsoft tem interesse em adquirir ou criar novos estúdios no futuro

Empresa também está trabalhando duro na tecnologia de streaming de jogos.

Depois de adquirir quatro e criar um novo estúdio para a família Xbox durante a E3 2018, a Microsoft ainda não parece estar totalmente satisfeita. pois em entrevista com o CNET, Phil Spencer indicou que a empresa ainda tem interesse em adquirir novas propriedades no futuro.

"Eu fui explícito ao dizer que precisávamos de um aumento significativo no nosso investimento em estúdios first-party, e na E3 anunciamos cinco novos integrantes para a Microsoft Studios. Eu não acho que acabamos. As pessoas querem jogar grandes jogos na nossa plataforma. Temos grandes histórias, personagens e mundos nos jogos eletrônicos que tem sido limitados a certas telas. Nosso objetivo é fazer com que essas figuras alcancem mais e mais pessoas."
Além disso, Spencer revelou que estão trabalhando duro na tecnologia de streaming de games.
"Streaming é uma forma. Uma das coisas que eu adorei ver é a indústria de game abraçar o 'Como podemos construir jogos para todos os tipos de jogadores?'. Você pode ver isso nos jogos da Telltale que cria títulos focados em narrativa ou a Nintendo que cria jogos incríveis para toda a família. Tudo é criar novas formas de entretenimento - novos jogos e novas experiências - para que as pessoas joguem sozinhas em juntas."
Outro destaque da entrevista, segundo Spencer, foi que na época da criação do Xbox, o console passou despercebido dentro da Microsoft, não tendo importância quanto tem hoje para a companhia.
"Em quase tudo que fizemos dentro da Microsoft, fazemos como empresa. A divisão de jogos eletrônicos dentro da companhia foi criado por Bill Gates e Steve Ballmer. A analogia que uso muito é que no começo eramos uma espécie de banda de garagem, desde que não tocássemos músicas com volume alto, deixávamos praticar. Durante a direção de Bill e Steve eram sempre assim. Agora, passamos a ser muito mais importante para a Microsoft, desde a entrada de Satya Nadella. Satya nos deu um apoio incrível e uma oprtunidade espantosa para todos nós."
Recentemente, executivos da Microsoft confirmaram que seus estúdios trabalham em vários projetos, incluindo a Playground Games, em um jogo de mundo aberto, singleplayer.
Fonte: CNET
Tiago R. Herrmann é estudante de Sistemas de Informação, pesquisador voluntário em criptomoedas e desenvolvedor de jogos educacionais em Realidade Aumentada na UFSM. Gosta de explorar mundos abertos e de plataforma. Aloy e Rayman são seus melhores amigos nestas jornadas.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook