Xbox Live Creators Program: primeiros jogos são lançados

Jogos indies do novo programa de incentivo da Microsoft chegam ao Xbox One e PC.

O programa voltado a desenvolvedores indies que desejam publicar seus jogos para o Xbox One e Windows 10, intitulado Xbox Live Creators Program, foi oficialmente lançado para o público que deseja criar seu próprios games para as plataformas da Microsoft.


Os primeiros jogos do programa são:
  • Animal Rivals (XBO/PC), da Blue Sunset Games
Os jogadores terão a chance de jogar como diferentes animais selvagens. Feitos de maneira engraçada, como os programas de televisão dos anos de 1980 e 1990, que lutam pelo trono de Animalonia.

  • Block Dropper (XBO/PC), da Tresiris Games
Pegue blocos antes que eles destruam o chão e colecione blocos suficientes para passar para o próximo nível neste arcade de ação.

  • Crystal Brawl (XBO/PC), da Studio Mercato
Jogo de estratégia multiplayer com diferentes combinações de personagens e estratégias secretas.

  • Derelict Fleet (XBO), da Bionic Pony
Você é encarregado de defender uma frota de refugiados enquanto viaja as estrelas à procura de uma nova colônia para chamar de casa.

  • ERMO (XBO), da Nonostante
ERMO é um puzzle relaxante com gráficos belos e pacíficos.

  • GalactiMAX! (XBO/PC), da ONLYUSEmeFEET
GalactiMAX! é um jogo de naves, na qual o jogador deve derrotar o maior número possível de aliens para vencer.

  • kubic. (XBO/PC), da Pixel Envision
Puzzle de ilusão de ótica, baseado nos trabalhos do artista holandês M.C. Escher, com foco em objetos impossíveis e construções geométricas.

  • Space Cat! (XBO/PC), da Gersh Games
Abra caminho destruindo inimigos e chefes com todo tipo de mísseis, bombas e lasers.

  • Stereo Aereo (XBO/PC), da The Stonebot Studio
Jogo musical inspirado na cultura pop dos anos de 1980.

Diferente do ID@Xbox (Independent Developers @ Xbox), voltado a desenvolvedores independentes profissionais, o Xbox Live Creators Program foca em um público mais amplo e que também tem o sonho de criar o próprio jogo, como estudantes, professores, jogadores e aqueles que fazem games por hobby. O novo programa é um caminho mais fácil para criação e publicação de jogos por entusiastas da área.

Fonte: Xbox Wire
Karen K. Kremer é mestre jedi em história pela UEPG e game designer pela Universidade Positivo. Viajante do tempo e cinéfila, considera Quantum Break uma obra-prima. Cresceu fazendo Meteoro de Pégasos e jogando videogame. Apaixonada por literatura, ilustração e dinossauros. Diz a lenda que com um bat-sinal no Twitter ou DeviantArt ela aparece.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook